Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Coast Cross: Sua história e evolução

area de coast cross

O Coast Cross (Cynodon dactylon), é uma planta amplamente valorizada na agricultura e pecuária devido às suas diversas aplicações e benefícios. O uso dessa gramínea tem aumentado de forma significativa nas propriedades leiteiras, apresentando elevadas capacidades de produção de forragem, demandando, consequentemente, níveis altos de fertilizantes. Seu crescimento vegetativo vigoroso torna-o uma escolha popular para pastagens de alta produtividade.

Pastagem de coast cross
Pastagem com Coast Cross

Seu nome científico é Cynodon Dactylon (L.) Pers cv. Coast Cross 1. A forrageira é um híbrido estéril, proveniente da América do Norte, resultante do cruzamento de Cynodon Dactylon cv. Coastal bermuda com Cynodon nlenfuensis cv. Robustos. A forragem foi desenvolvida na Estação Experimental de Tifton (na cidade de Tifton, Geórgia, EUA), trata-se de um híbrido interespecífico F1 entre cv. O Coast Cross número 1 originou-se de um programa de melhoramento conduzido por Burton, onde utilizaram a digestibilidade in situ da matéria seca como critério de seleção.

O Coast Cross, é perene, rasteira, rizomatoso-estolonífera, com estolões longos, folhas macias, com um verde mais intenso. É uma gramínea adaptada a clima subtropical, e, por possuir a via fotossintética C4, apresenta alto potencial produtivo, respondendo vigorosamente a adubação, tem um elevado potencial de produção fazendo dele uma opção promissora para otimizar o desempenho das pastagens promovendo a criação de gado de qualidade e valor nutritivo de uma boa forrageira para produção de feno.

Feno de capim Coast Cross
Feno de capim Coast Cross

Dados técnicos 

Nome científico:  Cynodon dactlylon(L.) Pers

Cultivar: Coast Cross

Fertilidade do solo: Alta 

Forma de crescimento: Crescimento prostrado

Altura: 30 a 40 cm

Utilização: Pastejo direto, fenação, (alta qualidade)

Forma de crescimento: Crescimento prostrado

Altura: 30 a 40 cm

Utilização: Pastejo direto, fenação, ( alta qualidade)

Digestão: Boa

Palatabilidade: Boa 

Precipitação pluviométrica: 635 até 1700 mm anuais 

Tolerância à seca: Boa 

Tolerância ao frio: Boa 

Teor de proteína: 16 a 20% na MS

Profundidade de plantio: 5 cm 

Ciclo vegetativo: Perene 

Ciclo vegetativo: Perene 

Produção de forragem: 20 ton/há/ano de MS

Cigarrinha das pastagens: Média tolerância 

Consorciação: Leucena, Guandu, Calopogônio, Stylosantes etc 

Origem: EUA-Geórgia

O Coast Cross exige solos com alta fertilidade, com textura argilosa e bem drenados, não suportando alagamento. Não se desenvolve bem em solos com elevada acidez e baixo nível de cálcio e magnésio, requerendo pH variando de 5,6 a 6,5. Antes do plantio, recomenda-se corrigir o solo para atingir uma saturação por base mínima de 60%, empregando preferencialmente calcário dolomítico, para atender a demanda dessa forrageira em magnésio. A incorporação de calcário deverá ser feita preferencialmente 30 dias antes do plantio, na profundidade de 25 a 30 cm .

A adubação é essencial para fornecer os nutrientes necessários ao capim Coast Cross, recomenda-se aplicar fertilizantes equilibrados, contendo nitrogênio (N), fósforo (P) e potássio (K), de acordo com as recomendações da análise do solo. A aplicação de fertilizantes orgânicos, como esterco ou compostagem, também pode melhorar a fertilidade do solo de forma sustentável.

Aplicação de calcário
Aplicação de calcário para o plantio de Coast Cross

O plantio é melhor durante a estação chuvosa, quando há umidade suficiente para promover o enraizamento e o crescimento inicial das plantas. O plantio em sulcos recomenda-se um espaçamento de 50 a 100 cm entre mudas e 15 cm de profundidade. Em covas abertas com enxadas, em intervalos de 30 a 40 cm. Uma exposição solar adequada é importante para promover o crescimento saudável e robusto.

O capim Coast Cross é uma fonte valiosa de nutrientes essenciais e qualidades nutricionais para a alimentação animal. Com sua alta digestibilidade, palatabilidade e perfil nutricional equilibrado, desempenha um papel vital na promoção da saúde e desempenho dos animais, além de contribuir para a sustentabilidade e eficiência dos sistemas de produção agrícola.

area de coast cross
Coast cross – Cynodon dactylon

Com uma preparação cuidadosa do solo, escolha adequada da época de plantio, método correto e manejo adequado pós-plantio, é possível obter colheitas abundantes e de alta qualidade para a alimentação do gado.

Quer se aprofundar mais sobre a história do capim Coast Cross?

Continue no nosso blog e saiba mais informações, características e dicas sobre essa e outras forrageiras.

Referências

Capim “coast-cross” (Cynodon dactylon (L.) Pers).

Pastejo de Coast-Cross-1 – Consorciada com leguminosas sob pastejo

Exigências nutricionais e valor nutritivo de Cynodon dactylon (L.) Pers. CV. Coast-Cross Nº1

Resposta do Coast Cross (Cynodon dactylon (L.) Pers.) a Diferentes Doses de Nitrogênio e Intervalos de Cortes

Comunicado técnico – Embrapa – Capim “Coast-Cross” (Cynodon dactylon (L.) Pers)

Coast Cross: A Gramínea de Alto Rendimento para Pastagens Saudáveis e Produtivas

Comente :

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Mais

Artigos Relacionados :

Capim Elefante Gigante Sem Pelo: Sua história e evolução

Capim Elefante Gigante Sem Pelo: Sua história e evolução

O Capim Elefante Sem Pelo (Pennisetum purpureum Schum ou Cenchrus purpureus), é uma variedade de Capim Elefante, tem papel de destaque, pois é reconhecida como uma forrageira perene, de alto

BRS Kurumi: Sua história e evolução

BRS Kurumi: Sua história e evolução

A BRS Kurumi é uma cultivar de capim-elefante (Pennisetum purpureum Schum ou Cenchrus purpureus), sua principal aplicação é ser utilizada em sistemas de produção animal sob pastejo, sendo uma variedade

BRS Capiaçu: Sua história e evolução

BRS Capiaçu: Sua história e evolução

A BRS Capiaçu é uma cultivar de capim-elefante (Pennisetum purpureum Schum ou Cenchrus purpureus), tem se destacado como uma das mais importantes inovações na pecuária brasileira nas últimas décadas, sua

Estrela Africana: Sua história e evolução

Estrela Africana: Sua história e evolução

O capim Estrela Africana é uma gramínea perene (Poaceae) pertencente ao gênero Cynodon L. C. Rich, utilizada como planta forrageira e como cobertura verde para prevenir a erosão do solo.

Capim Jiggs: Sua história e evolução 

Capim Jiggs: Sua história e evolução 

O capim Jiggs (Cynodon dactylon) é uma cultivar recentemente introduzida no Brasil. Essa forrageira tem-se disseminado relativamente rápido, principalmente entre criadores de cavalos e bovinos de leite, observa-se na pastagem

Coast Cross: Sua história e evolução

Coast Cross: Sua história e evolução

O Coast Cross (Cynodon dactylon), é uma planta amplamente valorizada na agricultura e pecuária devido às suas diversas aplicações e benefícios. O uso dessa gramínea tem aumentado de forma significativa nas

×

Olá!

Clique em um de nossos representantes abaixo para conversar no WhatsApp ou envie um email para [email protected]

× Como podemos te ajudar?